Sábado, 31 de Dezembro de 2011

4A Fábrica deseja a todos

 

 

(imagem de José Teófilo Duarte)

publicado por Tomás Vasques às 09:20
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2011

O nosso blogue da semana.

 

Sara Franco. Ilustradora.

publicado por Tomás Vasques às 20:57
link do post | comentar | favorito

Novidades na 4A Fábrica. O Ilustrísimo Sr. Cohen.

 

 

24 músicas de Leonard Cohen ilustradas.


Ilustre Sr. Cohen é um retrato íntimo do poeta e cantor canadiano. Considerado um dos artistas mais influentes do nosso tempo. Alberto Manzano, biógrafo e tradutor da sua obra explora a génese das suas músicas para descobrir o mundo de Cohen, enquanto uma lista dos melhores ilustradores
o interpreta visualmente.

Uma homenagem ao grande poeta da música,

Prémio Príncipe das Astúrias de Literatura 2011.

 

(Autores e ilustradores: Alberto Manzano, Elisa Arguilé, Arnal Ballester, Carlos Cubeiro, Carlos Cubeiro, Imapla , Pep Montserrat, Elena Odriozola, Sonia Pulido, Sesé )

 

 

 

publicado por Tomás Vasques às 20:09
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011

Carlos Alberto Machado dá noticia de uma historia de amor na abysmo


 

 

Uma história de amor.

publicado por Tomás Vasques às 10:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2011

2012 MÃOS À OBRA.

 

2012 MÃOS À OBRA EUGÉNIO RODA TEXTO 53 ILUSTRADORES ILUSTRAÇÃO
EDIÇÕES ETEROGEMEAS

COLECÇÃO DESAFIOS 20x22CM, CAPA DURA, 4C PREÇO 15 EUROS

Como se envelhecer fosse um erro ortográfico, apressamo-nos a escondê-lo: A escrevê-lo em itálico, como se a sua curvatura já não bastasse, a metê-lo entre aspas, como se a sua identidade não fosse já suficientemente ameaçada, a apagá-lo, como se o seu desaparecimento não estivesse desde sempre por um fio. Envelhecemos desde que nascemos. Mas vivemos como se não o soubéssemos. Geração após geração, o bem comum debate-se com males que soam cada vez menos incomuns. Há quem goste de beber o presente só para esquecer, há quem goste de comer o futuro mal passado. Mas até a inércia pode ser reaproveitada como força motriz. É que nós somos a única energia alternativa. Quer sejamos fósseis, quer sejamos renováveis.

publicado por Tomás Vasques às 23:03
link do post | comentar | favorito

Lisboa que amanhece..., segundo A Pipoca Mais Doce.

Eu já tinha vários presentes para ele, mas nada assim de muito especial. Eram tudo coisas que ele queria e que eu sabia que o iam fazer feliz (livros, roupa, etc e tal), mas nada assim de muito surpreendente. Foi então que vi uma reportagem na televisão e pensei "OMG, é isto, é isto, é isto". E era o quê? Uma exposição de ilustrações de várias músicas do Sérgio Godinho. Ora se há pessoa que era capaz de dar um rim pelo Sérgio Godinho é o meu homem, por isso agarrei-me logo ao computador a tentar descobrir em que galeria estava a exposição. E no dia seguinte, pela fresquinha, lá estava eu a ligar e a rezar a todos os santinhos para que as ilustrações estivessem à venda. E para que ainda houvesse a da música Lisboa que Amanhece, que é a preferida do esposo. Notícia boa: as ilustrações estavam para venda. Notícia má: a Lisboa que Amanhece, desenhada pelo André Carrilho,  tinha de vir do Porto. Mas pronto, lá veio ela. E chegou a tempo. E eu tive de andar a fazer tudo às escondidas, para ele não topar. Na noite de Natal, já em casa, deixei aquilo em cima da cama. E acho mesmo que foi o presente mais especial que recebeu. Vai ficar muito fofinha cá em casa.

 

A pipoca mais doce

 

 

 

publicado por Tomás Vasques às 17:46
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2011

Já dizia o Eça.

Em geral, nós outros, os Portugueses, só começamos a ser idiotas – quando chegamos à idade da razão. Em pequenos temos todos uma pontinha de génio: e estou certo que se existisse uma literatura infantil como a da Suécia ou da Holanda, para citar só países tão pequenos como o nosso, erguer-se-ia consideravelmente entre nós o nível intelectual.

 

Eça de Queirós, A LITERATURA DE NATAL / Cartas de Inglaterra

publicado por Tomás Vasques às 23:18
link do post | comentar | favorito

Livros na 4A Fábrica.

 

 

Uma História de Amor no Casal da Eira Branca
Tomás Vasques
Ilustrações
Susa Monteiro
Design e logótipo convidado Luís Mendonça

Editora Abysmo

 

 

«Durante mais de um ano, percorrido a uma velocidade impulsiva, em que cada dia esvoaça, vestido de ternura, na passagem de cada uma das horas, sucederam-se as juras de amor e as cenas de ciúme, como convém quando a brancura diáfana do encanto nos enleia.E muitos prazeres, no refúgio de um hotel ou em fins-de-semana inventados à medida dos desejos, porque não há enamoramentos, daqueles em que a ausência provoca dores no estômago e outros males a que os médicos não chegam, sem que os corpos se acariciem e se fundam.

E, todos os dias, um a um, se foram construindo de mil cumplicidades, próprias de quem vive uma grande história de paixão e amor. Adormeceram algumas noites a ouvir o murmurejar das ondas ao desfazerem-se em espuma nos areais da Nazaré; vaguearam abraçados pelas ruas de Sevilha; ouviram jazz, pela noite dentro, em bares de Madrid; descobriram juntos as ruínas romanas de Mérida; e namoraram em tantos outros sítios que ficassem à distância de um fim-de-semana.»

publicado por Tomás Vasques às 20:42
link do post | comentar | favorito

Livros na 4A Fábrica.

 

 

O Branco das Sombras Chinesas

João Paulo Cotrim

António Cabrita

Ilustrações João Fazenda

Editora Abysmo

 

"Detestava coincidências, simetrias, concordâncias, a facilidade com que as coisasse arrumam por afinidade ou contraste só para afeiçoar um sentido ao seu descomandado fluxo. Sonhava com uma aspirina que todos os dias reavivasse a desordem na flora recôndita do mundo,

devolvendo a arritmia à batida cardíaca."

publicado por Tomás Vasques às 20:37
link do post | comentar | favorito

Livros na 4A Fábrica.

 

 

GREVE
Catarina Sobral

Editora: Orfeu Negro
Greve é o livro de estreia da ilustradora Catarina Sobral e também o primeiro título de uma autora portuguesa na colecção Orfeu Mini. Um dia, os pontos decretaram greve. Os pontos? Quais pontos? TODOS os pontos! Primeiro, foi a escrita foi a colapsar… Nas escolas, nos museus, nas fábricas, nos hospitais, ninguém se entendia. O ponto de fuga desapareceu. E o ponto verde. E o ponto de encontro. Tudo e todos chegavam atrasados. E era impossível fazer o ponto da situação. Até que…

publicado por Tomás Vasques às 20:33
link do post | comentar | favorito
HORÁRIO Terça a Sábado, das 15 às 19 horas. ------- CONTACTOS: 213 962 464 4Afabrica@sapo.pt----------------------- 4 A Fábrica – é um novo espaço, em Lisboa, onde se cruzam a promoção e comercialização de ilustração e desenho, livros de artista, e de um modo geral obras de arte e edições de autor originais ou com tiragem limitadas. E convive, no mesmo espaço, com o atelier de pintura de Teresa Dias Coelho. Ponto de encontro de exposições, livraria dedicada à ilustração, lançamento de livros e workshops. Ao fim do dia misturam-se dois dedos de conversa, tertúlias ao sabor do vento, o aroma do café acabado de fazer, convivências e outras artes e aventuras. 4A Fábrica localiza-se no 4A da Rua João Anastácio Rosa, junto ao Jardim da Estrela, com a estátua de Pedro Álvares Cabral à vista.

.Livros na 4 A Fábrica


CapaRapaz timthumb.php
desaparecemos_0
quintais_0
par10
livrourso
guarda_0
K_tangerinaB

.links

.pesquisar

.arquivos

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

Facebook

Tomas Vasques gosta de

4A Fabrica4A Fabrica
Cria o teu Cartão de Visita de Gosto
blogs SAPO

.subscrever feeds